Blog

23
maio

7 coisas que você deveria fazer (mas não faz) para se preparar para o mercado

Careers1

Mercados saturados e tempos de crise fazem com que um simples diploma de graduação já não seja um diferencial no mercado de trabalho.
Com vagas cada vez mais escassas, formas alternativas de capacitação não só complementam a teoria da sala de aula, mas atuam como peças fundamentais para o desenvolvimento das habilidades mais procuradas nos processos de seleção.
Muitas universidades proporcionam excelentes alternativas para o desenvolvimento fora da sala de aula. Tem certeza que você já explorou todas elas?
Confira uma lista com 7 itens que podem impulsionar a sua trajetória profissional.

1) Participe de Órgãos Estudantis

Seja Centro Acadêmico, Diretório ou Atlética, órgãos estudantis são excelentes formas de desenvolvimento pessoal dentro da universidade. Fazer parte de um órgão estudantil é uma grande responsabilidade, uma vez que os participantes são representantes de todos os outros alunos perante a universidade em si, e perante a sociedade. Os alunos realizam atividades e projetos que muitas vezes ficam de legado para a universidade, e nesse processo, desenvolvem habilidades como trabalho em equipe, liderança, resolução de conflitos, e criatividade.

2) Empresa Júnior

Participar de empresa júnior é muito mais do que colocar toda a teoria da sala de aula em prática. É uma oportunidade de desenvolvimento acelerado, pois o aluno se envolve diretamente em processos e projetos de alto impacto dentro da empresa. Normalmente, o trabalho é acompanhado de perto por professores especialistas em cada área, que garantem a qualidade do projeto entregue. Entre as habilidades desenvolvidas nas empresas juniores, podemos destacar a postura empreendedora, senso de responsabilidade, gestão de projetos, capacidade analítica e negociação. Além disso, muitas empresas de mercado dão preferência para empresários juniores durante o processo de seleção; e algumas até possuem programas exclusivos para os mesmos.

3) Trabalho Voluntário

O trabalho voluntário, principalmente quando associado a uma causa social, pode ser significativo para sua carreira. As empresas valorizam este aspecto devido à mudança que esta atividade causa em quem a desenvolve, além da experiência adquirida. O espírito altruísta que o trabalho proporciona também é muito valorizado, por ser uma das características pessoais mais difíceis de ser encontrada no mundo competitivo de hoje. Comprometimento e disciplina são algumas das características desenvolvidas com o trabalho voluntário.

4) Organizações de Eventos

Promover eventos robustos e bem realizados, ligados à universidade ou não, é provavelmente uma das atividades mais intensas de planejamento e liderança que podem ocorrer durante sua passagem pela vida acadêmica. Participe de congressos na sua área e procure conhecer outros participantes. Faça contatos, envolva-se e tente promover o evento em sua região ou contribuir com a organização das próximas edições. Esse trabalho geralmente voluntário é muito gratificante. Você pode conquistar uma ótima rede de relações e até alguma autoridade dentro do tema do evento. Muitos pontos para sua imagem no mercado.

5) Segunda Língua Estrangeira

Saber Inglês de forma fluente deixou de ser um diferencial, e passou a ser um requisito básico para o ingresso no mercado de trabalho. Invista em uma segunda língua estrangeira para mostrar seu empenho e capacidade de estar constantemente estudando, sem se conformar com o mínimo necessário. Escolha a segunda língua pensando em possibilidades futuras ou países em destaque na sua área de trabalho. O esforço compensa e vai te deixar apto para a próxima dica.

6) Intercâmbio

A experiência fora do país acrescenta e muito no preparo individual, tanto em conhecimento de mercado, como no desenvolvimento de características pessoais como independência, dinamismo, relacionamento interpessoal, autoconhecimento, e a capacidade de “se virar”. Procure por bolsas e convênios na universidade ou agências especializadas e pesquise muito sobre o destino. O intercâmbio associado a uma boa universidade ajuda a fazer contatos que podem ser importantes no futuro, e, se possível, procure também agregar um estágio na sua área. Não esqueça que a oportunidade de conviver com diferentes culturas, pessoas e hábitos proporcionam um enriquecimento cultural que impacta qualquer que seja a profissão escolhida por você.

7) Estágio

Agora que você já explorou possibilidades de educação dentro e fora da academia, não se esqueça da importância de aproveitar o aprendizado que o próprio mercado pode te oferecer na prática. Escolher bem a empresa em que você quer estagiar, pesquisar programas disponíveis e se preparar para essas possibilidades fazem parte do planejamento mínimo para quem não quer perder tempo na carreira. Cada experiência de estágio é determinante para moldar o futuro profissional que você almeja ser. Por isso, tenha como prioridade uma experiência que privilegie seu aprendizado e com possibilidade crescimento dentro da empresa, seja um cargo melhor ou um projeto que você mesmo desenvolva. Se você pode conseguir uma oportunidade que garanta contato direto com atividades que geram grande impacto na empresa, porque escolher uma organização que gaste suas horas com xerox e cafezinhos? Empresas de consultoria, tecnologia e startups são exemplos de ambientes de trabalho propícios ao desenvolvimento.
Quer saber mais sobre como trabalhar em uma Startup?

Baixe o ebook de "Por que você deveria estagiar em Startup" clicando no botão abaixo:

Baixar Ebook

 

Escrito por Rafaela Souza
rafaela.souza@resultadosdigitais.com.br

Leave a Reply